Nota

Oi pessoas, tudo bem?

Todo mundo sabe que ser músico no Brasil é bem complicado, não é? Mas o David contou para nós um pouco sobre essa vida tão inspiradora. Confira e compartilhe com seus amigos!

Uma coisa que me chamou a atenção foi capa do seu álbum. Pode falar um pouquinho sobre ela?

Bom, em primeiro lugar, para falar sobre a capa, eu preciso falar sobre o nome do álbum, que é ”Talvez? Não sei!”. Um disco sobre a vida, sobre duvidas e algumas raras certezas.

Certezas e dúvidas que transitam em todo disco. Falo de fuga, de encontro e esses são alguns dos motivos para que eu apareça tapando os olhos com as mãos. O ato de tapar significa a fuga e o encontro comigo mesmo.

A capa em vermelho simboliza o amor, e as rosas negras flertam com a melancolia de algumas canções, mas significam também uma nobreza, pois só é oferecida aos que realmente merecem.

A canção que abre o disco chamada ”Viagem” fala nas entrelinhas sobre vida e morte.

 

Você tem alguma inspiração nacional?

Sim, E com enorme prazer sou grande fã da musica brasileira em geral.

Nomes como Humberto Gessinger, Duca Leindecker, Belchior, Caetano Veloso, Cartola e Cazuza são grandes inspirações para mim. Bandas como Legião Urbana, Nenhum de Nós, e vários que contribuíram com o Rock brasileiro. A lista é extensa e vai de Adoniram Barbosa á Zeca Baleiro. 

 

Na sua opinião, o que falta para os jovens de hoje?

Bom, hoje eu acredito que com o poder de informação que temos, é imprescindível que o jovem busque a informação com qualidade. Falo de qualidade na questão mais intelectual do sentido. Praticar a leitura, se orientar, se posicionar.

Os jovens de hoje, acredito eu, tem tudo nas mãos para construir um país mais sério e honesto, mas falta um pouco de lucidez por grande parte e incentivo cultural.

Abranger mais os temas, educar e orientar os jovens de forma eficaz em todos os sentidos.

 

Música é cultura, cultura é acessível? Como você vê essa relação?

Música é cultura, e além disso, música é identidade. Você conhece um país, um estado, uma cidade através de sua música, que é uma forma digna de informação. Não só de entretenimento.

Hoje o nosso país e o mundo atravessa um período complicado, pois a economia influencia muito em tudo, sendo assim, a música se torna um produto, e o produto que vende mais, certamente terá mais fácil acesso. Alguns gêneros são deixados de lado, devido a este problema. Musica que vira produto, que vira dinheiro, que vira consumo, consumo que vira acesso. 

Este é um grande problema atual, pois uma das partes mais importantes da musica é o que ela transmite, onde ela chega, sobre o que ela fala. E devido ao ”boom” da musica pop e o próprio sertanejo que falava sobre o sertão, hoje veem suas raízes bebendo até cair. 

A imagem pode conter: 1 pessoa

 

Pelo que você vê, sua música é bem aceita para o público em geral?

Eu faço Rock, de qualquer forma é Rock. Então, sendo assim para uma grande parte do publico fica difícil uma aceitação, devido ao ”boom” que mencionei na resposta acima, mas de qualquer forma, minha musica possui um formato simples, com estrofe e refrão, cujas letras são cotidianas, quase crônicas. Escrevo minhas canções e além de ser escutada, ele pode ser lida como versos.

Tem algum recado para os leitores do Agatacett’s Blog?

Galera! Apoie toda forma digna de informação e arte! Busque! Encontre!

Hoje temos acesso ao que quiser, basta um click.

Compartilhe ideias como este Blog, vale a pena, é um suspiro de ar nesse mar que navegamos!

Seja sempre um incentivador, o mundo tem críticos demais!

 

Grande abraço 

David Ballot.

Talvez? Não Sei! | David Ballot

Nota

Oi pessoas, tudo bem?

Hoje eu vi falar um pouquinho sobre uma das últimas escolhas que fiz na minha vida, parar de comer carne!

 

Resultado de imagem para vegetarianismo

 

Não, eu não passo fome. Eu optei por ser ovolactovegetariana (ainda consumo ovos e laticínios) após uma aula no meu curso de Marketing, quando um dos meus professores nos contou como os cavalos eram tratados para que sua carne, mesmo que não recomendado, fosse consumida. E a verdade é que, depois disso, comecei a lembrar de muitas cenas bizarras que eu já tinha visto, como um vídeo 360º que mostrava a situação em que os porcos e leitões viviam e um caminhão de frigorífico com as portas abertas, mostrando os bois quase inteiros pendurados para o açougue.

 

Comecei a pensar se eu gostaria se alguém cortasse meu corpo para fritar um bifinho ou para comer aquele churrasco saboroso no fim de semana, então percebi que justo eu, que sempre amei os animais incondicionalmente, estava me alimentando deles. Eu sei que isso não vai mudar o mundo e que ainda sofro sérias tentações com a culinária japonesa, mas posso dizer à vocês que me sinto mais leve quando eu como, que o meu cardápio é super rico em vitaminas, proteínas e carboidratos que preciso e ainda por cima, me sinto muito mais feliz em saber que nenhuma vida foi destruída para que eu pudesse me alimentar e manter a minha saúde.

 

Eu não espero e nem quero que você se torne vegetariano ou vegano após ler esse texto, mas como tenho muita dificuldade de me alimentar fora de casa, pois poucos restaurantes possuem opções para esse público, acho interessante que as pessoas saibam que o vegetarianismo e o veganismo existe sim e que é possível viver e conviver de uma maneira muito mais saudável e, ainda por cima, contribuir para um mundo melhor.

 

XoXo Agatacett

 

 

Resultado de imagem para vegetarianismo

VGTRNSM!

Nota

Ossos Cruzado | Clube da Luta

Nota

Oi pessoas, tudo bem?

 

Nesses últimos tempos, tive a oportunidade de conversar sobre meu blog com muitas pessoas – médicos, professoras de ballet, profissionais de Marketing (minha profissão também), gerentes de RH, etc. – então decidi responder aqui as quatro perguntas que mais me fazem sobre o Agatacett´s Blog.

 

 

Quem é você e o que você faz?

 Meu nome é Agata Santos, tenho 18 anos, curso Gestão em Marketing, sigo minha profissão, mas também sou blogueira a sete anos e faço isso por amor, mas considero parte do meu crescimento e profissão também.

 

Blogueira? Mas você fala sobre o que?

 Sim, blogueira! Eu falo de Rock N’ Roll. Divulgo bandas do cenário Underground do Brasil e do mundo, além de falar sobre cultura, religião, política e todo meu crescimento e descobertas. Decidi que lá seria o meu diário e relato tudo o que aprendo.

 

Como você divulga seu blog?

 Todas as visitas do Agatacett´s Blog até o presente momento foram conquistadas de maneira orgânica, sem posts patrocinados, ou algo do gênero. Conto com ajuda dos meu amigos, familiares, páginas, grupos no Facebook e, é claro, o público mais importante para mim, os músicos, integrantes de bandas e da nação do Rock N’ Roll.

 

Ta, mas o que você ganha com isso?

 Eu ganho credibilidade em um nicho de atuação muito difícil, que é falar de Rock N’ Roll, além de apoio para continuar lutando em prol da acessibilidade da cultura para todos de maneira gratuita. Já ganhei dinheiro sim, patrocínio, produtos e ingressos para muitos lugares legais, mas nada supre o amor que eu sinto pela música e isso já é o suficiente para eu continuar o meu trabalho.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e close-up

Tudo que é postado e divulgado no Agatacett´s Blog é escrito com muito amor e visa unir mais, tanto a nação do Rock N’ Roll, como as pessoas que podem colaborar para que o mundo melhore com pequenas atitudes. Então, quando você tiver a oportunidade de ajudar um amigo, dando like em uma música, comprando um ingresso para seu show ou apenas recomendando o site, você já estará ajudando para que portais como esse e para que bandas como as que eu divulgo consigam se fortalecer e disseminar mais boas ideias, convenientes a todos.

 

XoXo Agatacett!

 

A imagem pode conter: 1 pessoa, close-up

 

 

 

 

Entrevista Comigo Mesmo

Nota

Oi pessoas, tudo bem?

 

A banda entrevistada de hoje foi a Enzur, que leva em seu nome um significado bem interessante. Quer saber mais sobre isso e ainda conhecer as inspirações desses caras?

Então continue lendo e compartilhe esse post com seus amigos para ajudar a fortalecer a Cena Underground do Rock N’ Roll!

 

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

Essa é uma das perguntas que eu mais gosto de fazer para as bandas que entrevisto. Como escolheram o nome da banda?

Bem, o nome da banda ele foi escolhido pelo vocalista Luiz Henrique, que quando formou a banda já tinha esse nome, o nome Enzur e uma variação para Enzo, e o significado que dizer “O iluminado, aquele que caminha em linhas retas, o escolhido”.

 

Quanto tempo de vida a banda tem? O que vocês sentem quando sobem no palco?

A banda tem 2 anos de vida, a cada show a sensação ao subir no palco e diferente mais sempre uma adrenalina e o nervosismo pois nunca sabemos qual vai ser a resposta do publico ao nosso som, mais sempre vem sendo positiva.

 

Onde vocês moram, o Rock N’ Roll e tal estilo é reconhecido de qual maneira?

Nosso estilo e o Hardcore, ele já foi mais popular mais ainda e muito forte dentro do cenário do Rock N’ Roll.

 

Onde vocês acham que conseguem chegar com a música? O que já consquistaram?

Sim, queremos fazer com que nossa musica chegue a cada vez mais pessoas e acreditamos nisso. A nossa principal conquista foi que, depois do lançamento da single, chegamos a tocar no programa Morde e assopra na rádio Energia 97 FM e isso foi muito gratificante para a gente.

 

Qual foi a banda que te inspirou a ter o seu próprio grupo?

Link Park, Muse, CPM22, Metallica, Fresno e Scalene são as nossas referencias de som.

 

Tem algum recado para os leitores do Agatacett’s Blog?
Sim, que curtam a nossa página no facebook, e também adicionem a nossa single Alienado nas plataformas digitais e principalmente que vão aos shows e apoiem a cena underground.

 

 

Enzur | O Iluminado

Nota

Oi pessoas, tudo bem?

A banda Crucifyce ganhou a votação para Banda do Ano 2017 em parceria com a Consultoria de Marketing T2M. Para comemorar, temos uma entrevista nova com a banda que ficou entre as finalistas para abrir o show do Evanescence e que ganhou espaço em blogs internacionais, além de ter a música de trabalho lançada no Spotify.

A banda venceu na votação do Agatacett’s Blog para representar o blog em 2017. O que dizem sobre isso?
Estamos muito felizes, a votação contava com várias bandas excelentes, nós nem imaginava que ficaríamos em primeiro haha. Gostariamos de agradecer a todos que votaram e também a Ágata Santos, administradora do blog. Desde de que fizemos a primeira entrevista para o blog tivemos bons resultados.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, noite e atividades ao ar livre

O que mudou e quais são as novidades da Crucifyce desde a primeira entrevista que cederam para o blog?
Recentemente gravamos nosso segundo clipe, estamos aguardando para pública-lo, também estamos fechando parcerias com algumas rádios independentes de várias cidades do país, como a rádio Na Orelha Fm ,do Rio de Janeiro, e a rádio Univates FM, do Rio Grande do Sul, em troca estamos os divuldango em nosso site http://www.crucifyce.com.br, e também estamos divulgando nossa música de trabalho (Human Waste) nas redes sociais e estamos conseguindo um resultado muito bom. Também estamos compondo novas músicas para o próximo CD.

Ultimamente, as bandas estão um pouco quietas na cena, não está havendo muita movimentação. Isso é verdade? Vocês estão sentindo isso?
Um pouco. Os eventos underground estão parados, pelo menos na região aonde vivemos e é complicado, pois em eventos assim os organizadores custeam do próprio bolso e nessa crise política/financeira que vivemos fica cada vez pior. Mas as bandas sempre tem alguma atividade, ou gravação, ou composição de novas músicas, ou tirar fotos etc. Mas esperamos que os show voltem pois sentimos falta de um mosh, de tocar e de bangear haha.

Qual será o próximo passo da banda?
Estamos aguardando o clipe ficar pronto para lançarmos o mais rápido possível, lançaremos o clipe e um making of especial para nossos ouvintes. Se inscrevam em nosso canal para ficarem ligados. Estamos fazendo algumas alterações no nosso site para vender nosso merch online e estamos compondo músicas novas também.
E em breve divulgaremos as novas camisetas e adesivos.

Vocês já possuem shows agendados ou algum lançamento em vista?
No momento não temos nenhum show confirmado, mas estamos vendo a possibilidade de tocar em um bar aqui da cidade chamado Laboratorio96 com outra banda muito conhecida daqui chamada Project Black Pantera. Há previsão também do lançamento do clipe da nossa música Human Waste.

Tem algum recado para os leitores do Agatacett’s Blog?
Gostaríamos de mandar um abraço para nossa amiga Ágata Santos, dona e administradora deste blog, e gostaríamos de mandar um salve para todos os leitores, continuem apoiando a cena, vamos fazer com que o rock ganhe força total novamente. É complicado ter banda de rock/metal no Brasil, mas com a ajuda e apoio de todos podemos fazer com que o rock ganhe força novamente. \m/

A imagem pode conter: noite e texto

Vencedores | Crucifyce

Nota

Oi pessoas, tudo bem?

Eu sei que o Agatacett´s Blog fala muito, muito mesmo, sobre Rock N’ Roll, mas hoje vamos ler uma entrevista bem legal e diferente que o Leandro Carimbó, integrante da banda Nágora cedeu para gente.

O Agatacett´s Blog geralmente entrevista bandas de Rock N’ Roll, mas a Nágora é diferente! Como você definiria o estilo de vocês?

É complicado poder falar que somos apenas um estilo devido aos integrantes da banda e suas influencias, se pegar nossas composições você vai encontrar rock, pop, ska, baladas românticas, até uma música que começa na pegada de samba e vira rock (só escutando para entender). Até agora não conseguimos nos definir em apenas um gênero musical.

A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé, barba e área interna

Qual foi o show que a Nágora fez e que você nunca vai esquecer?

Creio eu que foi o nosso show de estreia, aquele gelo na barriga de ser tudo “como a primeira vez” e não saber o que o publico estava achando.

Quais são suas maiores influências?

O Nágora é uma salada de influencias. Mateus Laranjeira que é o vocal tem bastante versatilidade escuta desde MPB até o rock, o guitarrista Leandro Carimbó tem como principal influencia o metal, o baixista Leandro Toledo vem da onda progressiva, o baterista tem o punk na veia e assim por diante.

Onde a banda está e onde vocês querem chegar?

Estamos a quase 2 anos com esse projeto. Estreamos recentemente e no momento estamos buscando nosso espaço tocando 100% autoral. Nossa principal meta é crescer, rodar o Brasil e, quem sabe, expandir fronteiras. Não pensamos muito onde queremos estar e sim onde podemos estar e trabalhamos sempre para evolução.

Como músico, o que você acha que a cena underground das bandas de todos os gêneros precisam para fazerem mais sucesso?

Eu, Leandro Carimbó (guitarrista e produtor musical) acho que a cena undergroud para atingirem mais o espaço é deixar alguns dogmas colocados como “internet é sua inimiga” ou até mesmo aquela velha história de só fazer show e esperar que um produtor encontre você para fazer sucesso, o segredo hoje é saber usar as redes sociais a seu favor. Outra dica que dou é investir em material de qualidade para sua divulgação, gravar um single, EP e CD com qualidade hoje não é nem mais opcional e sim obrigação para bandas que desejam investir na carreira.

Tem algum recado para os leitores do Agatacett´s Blog?

O recado que o Nágora deixa é um agradeciamento a Agata pela oportunidade.

 

A imagem pode conter: 7 pessoas, texto

Mudando de ambiente | Nágora

Nota

Oi pessoas, tudo bem?

Eu sempre falei muito sobre magia aqui no blog, mas nunca falei da verdadeira essência de uma das religiões mais bonitas do mundo, a Wicca. Para isso, pedi ajuda do Abraão Rocha, que vai explicar um pouquinho do que é viver como um Wiccano.

Resultado de imagem para wicca

Ser Wiccano é…

Ser wiccano é amar a natureza, respeitar e zelar por ela, desejar sempre o bem das pessoas. É ter o poder de abençoar e também de amaldiçoar, é saber que somos parte do mundo, e ele é parte de nós. Acima de tudo, ser wiccano é amar magia, e os seres mágicos.

Para se considerar Wiccano é necessário ser iniciado?

Na verdade,não. Existe um tabu enorme envolvendo o rito de iniciação, mas pra ser wiccano, ou bruxo de uma forma geral, basta sentir que é bruxo e estudar muito. Eu por exemplo, frequentei igrejas evangélicas por anos, por ter nascido em um lar cristão (até já cantei em muitas igrejas, já tive ministério de louvor, hoje faço planos de montar uma banda de pop rock ). Sempre fui pela inércia, respeito muito todas as formas de crença, mas nunca achei que pertencia àquele lugar.

Sobre o rito de iniciação, é totalmente simbólico e seu significado varia de tradição para tradição, pois em algumas é obrigatório, em outras você pode se auto iniciar, etc. Na minha não é obrigatório, mas embora seja um bruxo solitário, quero um dia fazer parte de um clã, e ser iniciado da forma tradicional.

Ser Wiccano não é ser bruxo e há vários tipos de bruxaria. Você se identifica com algum desses tipos?

Como quase todas as formas de crença, religião, etc, a bruxaria “original” se perdeu com o passar dos séculos e a Wicca é uma das vertentes mais recente e, para ser sincero, me encaixo muito nela, por tudo o que prega, pelas leis, etc.

O que é magia para você?

A definição mais próxima de magia, é aquela que diz que ela é o poder de moldar o mundo de acordo com a sua vontade. Para mim, magia é a mais antiga de todas as artes.

Um Wiccano estuda eternamente. Qual é o melhor lugar para se começar?

Bom, quase todos os bruxos solitários como eu começam pelos livros, os que pertencem a um clã ou tem um mago ou bruxo na família recebem o conhecimento deles, se você quer começar e não sabe por onde, ou mesmo se magia é o que você pensa, eu recomendo qualquer leitura do Scott Cunningham, os livros dele ficaram conhecidos por expor vários interesses dentro da Nova Era, inclusive a wicca.

Tem algum recado para os leitores do Agatacett’s Blog?

Leiam! Para descobrir coisas sobre esse mundo, sobre outros mundos e sobre vocês! Coloquem o amor na frente e sempre escutem os seus corações.

Resultado de imagem para wicca

 

ATENÇÃO: Tanto o post descrito acima quanto o Agatacett´s Blog não tem a intenção de denigrir, prejudicar ou atingir nenhum religião. Essa postagem, assim como todas as outras, estão aqui para transmitir ensinamentos e acumular aprendizados.

A essência Wiccana | Natureza

Nota

Oi pessoas, tudo bem?

Hoje eu vou falar de um assunto que virou uma febre mundial e que anda desbancando muitas empresas de TV por assinatura, a Netflix! Quer saber quais sãos os lançamentos previstos ainda para 2017? É só continuar lendo esse post.

Compartilhe com os seus amigos e deixe o seu comentário!

Junho de 2017

  • Orange is the New Black 5 Temporada
    Estreia: 9 de junho

 

  • Glow (Série)
    Estreia: 23 de junho
  • Okja (Filme em 4K)
    Estreia: 28 de junho

Resultado de imagem para okja netflix

 

Agosto

  • Os Defensores: Marvel (Série)
    Estreia: 18 de agosto

 

Setembro

  • Strong Island (Documentário)
    Estreia: 15 de setembro

Resultado de imagem para Strong Island netflix

 

Estreias sem datas previstas

  • A Futile and Stupid Gesture – 4K 
  • Atípico – Nova série 
  • Bright 
  • Castelvania – Nova Série
  • Chasing Coral – Documentário
  • DarkNova Série
  • Death Note 

Resultado de imagem para DEATH NOTE netflix

  • Disjointed – Nova Série
  • Free Rein – Kids
  • Friends From College – Nova Série
  • Frontier – Nova Série
  • Greenhouse Academy – Kids
  • Gypsy – Nova série 

 

  • Handsome 
  • IO 
  • Kibaoh Klashers – Kids
  • Kiss Me First – Nova série
  • Kong: O rei dos Macacos – duas temporadas para Kids
  • Lady Dynamite – Série com duas temporadas
  • Mute 

 

  • Nobody SpeakDocumentário
  • Our Souls at Night
  • Queer Eye For The Straight Guy – Nova série
  • Quem é JonBenét – Documentário (JÁ DISPONÍVEL)
  • Star Trek: Discovery – Nova Série
  • Stranger Things – 2ª temporada

Resultado de imagem para stranger things 2

 

 

Fonte: Oficina da Net

Lançamentos do ano | NETFLIX

Nota

Oi pessoas, tudo bem?

No post de hoje vou dar 10 DICAS PARA AS BANDAS DA CENA UNDERGROUND! Isso mesmo, algumas coisinhas bem simples que podem fazer a diferença na hora de divulgar a sua banda para um público em potencial.

Se gostar desse tipo de publicação, deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos.

  1. CONTATOS

Procure conhecer outros artistas da sua região e pubs que curtam levar bandas autorais como uma atração para o publico. Isso ai te ajudar a conseguir mais shows, mais inspirações, além de conhecer muita gente nova. Quem sabe futuramente vocês não organizam um pequeno festival?

 2. REDES SOCIAIS

Divulgue a sua página, site ou canal com frequência. Abra enquetes, convide seus amigos a curtirem a sua página e poste muitas fotos, vídeos e agendas de shows.

   3. BLOG E PLATAFORMAS

Além do Agatacett´s Blog, há muitos outros sites e blogs que se dedicam ao Rock N’ Roll. Converse com seus autores, prepare um bom material e apresente para eles. Caso gostem, você pode ter seu som divulgado para todos os leitores.

Mas não se esqueça, todos os blogs e sites também precisam de ajuda para crescer, então divulgue os links que você mais gostar e isso vai fortalecer ainda mais a cena!

   4. VALORIZE AS OUTRAS BANDAS

Caso você possa ir, visite seus amigos músicos em shows próximos da sua casa, afinal de contas, é muito mais barato e divertido curtir um show de qualidade de uma cena underground da sua região do que se frustar em muitos shows de bandas renomadas, não é?

Resultado de imagem para underground rock

5. VALORIZE SEUS FÃS

Sempre mantenha contato com os seus fãs, porque sem eles, nenhuma banda faz sucesso. Lembre-se, amor de fã é a chave perfeita para o sucesso.

Peça opiniões, informe sobre coisas novas, tenha breves conversas e sempre agradeça o carinho de quem dedica parte do seu tempo para apreciar um trabalho tão bonito quanto a música.

 

 6. CRIE, MAS SE INSPIRE

Se você tem uma banda cover, arrisque-se em escrever uma canção inspirada nos sons que você tem mais familiaridade. Isso vai te ajudar a exercer o seu potencial em relação à música e vai mostrar aos seus fãs que você pode sim ter um material de qualidade feito por você mesmo.

 

7. FAÇA PARCERIAS

Procure blogs, lojas, sites, criadores de conteúdo, YouTubers e outras bandas que apoiem o seu estilo e a sua banda e grave com eles, divulgue-os e crie laços para uma troca de experiências, informações e públicos.

Resultado de imagem para underground rock

 

 

 

7 dicas para a Cena | Underground