Nota

Oi pessoas, tudo bem?

Aqui no Agataceett´s Blog os leitores também possuem voz e por isso você pode ver a sua playlist aqui. As músicas de hoje foram escolhidas pelo Gleidson

 

A imagem pode conter: 1 pessoa, selfie, close-up e área interna

1) Kamelot – Fallen Star
2) Eluveitie – King
3) Sonata Arctica – Fullmoon
4) Alice In Chains – Main The Box
5) Iron Maiden – Wasting Love
6) Metallica – Turn The Page
7) Angra – Lease Of Life
8) Skid Row – Remember You
9) Guns N’ Roses – November Rain
10) ReVamp – Sweet Curse

 

Playlist do Leitor I

Parceria Nova | Na Orelha FM

Padrão

Oi oi meus amores pessoas, tudo bem?

Nesse feriado de Páscoa, as bandas que ganham presentes! O Agatacett’s Blog fechou uma parceria com a Web Rádio Na Orelha e nós estamos em busca de bandas autorais de Pop-Rock para ter sua música tocando ao vivo! 

Para participar, vá até a nossa página no Facebook e nos mostre a sua música. Lembre-se que ela deve ter uma boa qualidade.

Estamos procurando novos talentos para mostrar ao mundo que o Rock N’ Roll ainda está vivo e forte. Então vamos à luta e viva a Cena Underground!

Nota

Oi pessoas, tudo bem?

Com a volta do blog agora em 2017, muitas bandas passaram por aqui e agitaram a Cena. Então já está mais do que na hora de eleger a Banda do Ano de 2017!

Essa competição vai voltar anualmente e as bandas que vão estar presentes nessa votação são as que cederam entrevistas exclusivas para o Agatacett´s Blog nesse ano. O vencedor terá a grande responsabilidade de nos representar e ainda vai contar um prêmio muito legal: uma assessoria de um mês pelo projeto independente de Marketing T2M ! Então preparem os gatilhos e votem na suas bandas favoritas!!!

A votação vai até o dia 8 de maio e o vencedor será anunciado na nossa página do Facebook , então fique de olho.

 

Banda do Ano 2017 | Vote

Nota

Olá Olá pessoas, tudo bem?

A conversa de hoje foi com o Renan Lynx, da banda Bogotah e ele me contou como toda essa história de ter uma banda funciona. Então vem ver o resultado!

 

 

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas em pé

 

 

 

Ter uma banda de Rock trás alguma vantagem?

A grande vantagem é poder expressar seus pensamentos de uma forma única e com isso possibilitar a reflexão sobre determinados temas nas pessoas. Algo que só a arte, da forma mais sincera, pode te trazer.
Qual foi a banda que te impulsionou no mundo do Rock N’ Roll?

Black Sabbath, sem dúvidas. Especialmente o álbum “Heaven and Hell”.

 

Nenhum texto alternativo automático disponível.

 

O que diferencia a sua banda das outras?

A fusão do que curtimos do rock antigo com as coisas do rock mais atual que crescemos ouvindo. Não soa nem tão jovem, nem tão velho. Além de tentarmos passar mensagens mais elaboradas nas letras.
Quais são os planos de vocês para o futuro?

No momento queremos trabalhar mais uma ou duas músicas do nosso mais recente álbum, “Um Brinde ao Fim do Mundo”. No entanto já estamos em processo de composição do próximo, ainda sem título definido. Também, neste ano, queremos profissionalizar ainda mais a banda e fechar novas parcerias criando metas para os anos seguintes a fim de focar nosso trabalho. Por sinal, novidades iradas estão vindo, fiquem ligados.

A imagem pode conter: texto

 
Qual a principal diferença, para você, das bandas das décadas passadas para as de hoje?

O ineditismo. Qualidade é algo que você encontra em todas as gerações, não sou um nostálgico por natureza. Não compro o papo de que não existe coisa nova que é excelente. No entanto os caras do passado inventaram toda a base que temos hoje e essa originalidade jamais poderá ser superada.
 Tem algum recado para os leitores do Agatacett’s Blog?

Apoiem as bandas autorais brasileiras! Não caiam nessa ladainha de que não tem rock no Brasil ou que tudo lá fora é melhor. Busquem as bandas novas que acharão coisas boas. E apoiem blogs e sites como esse que dão justamente o espaço que necessitamos.

Influência é Tudo | Bogotah

Nota

Nenhum texto alternativo automático disponível.

A história da banda é muito interessante. Pode resumi-la para nós?

A Theodor é uma banda de metalcore/deathcore de São Paulo que tem como influência as bandas As I Lay Dying, For Today e Phinehas.
A banda surgiu no Rio Grande o Sul passando por algumas mudanças de integrantes e local ao longo do tempo. Atualmente situada em São Paulo a Theodor teve o seu primeiro álbum lançado em 30/10/16 intitulado “Sangue e Honra” que contou com a participação especial do Antônio Batista vocalista e baixista da banda Antidemon. A banda procura colocar uma mensagem positiva em suas letras baseada em experiências de vida, tentando mostrar que para qualquer problema existe uma solução.

 

Quais são os planos para o futuro?

Os planos no momento estão sendo focados no lançamento do vídeo clipe “Respostas” que foi feito com muito carinho pelos próprios membros da banda, então cada detalhe e que cada cena foi escolhido a dedo pelos integrantes. Estamos também trabalhando em um novo álbum que ainda não podemos entrar em muitos detalhes, o que podemos adiantar é que terá uma pegada diferente.

 

O que você acha que vai ser do Rock N’ Roll nos próximos anos?

Esperamos que a cena Underground continue crescendo ainda mais no Brasil, sabemos que ainda existe um certo tipo de preconceito e não temos o apoio que realmente precisamos, e nós da Theodor queremos contribuir para isso, nem que seja só um pouquinho já é válido para que o Rock venha crescer ainda mais. É claro, não esquecendo do respeito, humildade, união e muita força de vontade. De pouco em pouco chegaremos lá.

 

Qual material da sua banda você mais gosta?

É difícil dizer, mas acho que nunca iremos esquecer esse nosso primeiro álbum “Sangue e Honra”. Ele sempre terá um carinho especial por todos os membros da banda, desde as músicas até a capa do álbum, tudo feito com muita dedicação.

Alguma banda te inspirou a entrar no universo da música?

Temos várias influências e é claro que cada integrante tem a sua banda que inspirou entrar no universo da música, mas temos algumas em comum e são elas: As I Lay Dying, For Today e Phinehas.

 

Algum recado para os leitores do Agatacett´s Blog?

Primeiramente gostaríamos de agradecer a Deus por nos permitir fazer esse trabalho maravilhoso, a Agata pela entrevista e por ceder esse espaço para os leitores conhecerem um pouco mais a Theodor. Gostaríamos também de lembrar que nosso clipe “Resposta” foi laçado online no dia 26/02/2017, o nosso álbum “Sangue e Honra” já está disponível em todas as plataformas digitais, então se você ainda não ouviu não perca tempo para curtir conosco. Para saber mais sobre a banda é só curtir nossa página no Facebook e no Instagram – Banda Theodor. Esperamos que gostem, até mais!

 

A imagem pode conter: flor

Histórias para contar | Theodor

Nota
Imagem relacionada
A pergunta que define a história da banda: por que o AC/DC?
Bom, acho que porque nos identificamos e, musicalmente falando, curtimos.
Nos identificamos porque os caras são simples e tal, ah, feios igual nós (risos) e
curtimos por que é um som divertido de tocar, você não precisa ficar muito preso a técnicas ou coisas do tipo, é Rock ‘n’ Roll, diversão!!
Como surgiu a banda e ideia de homenagear um dos ícones do Rock N’ Roll?
A banda em si existe desde 2007, eu (Willian) formei com alguns amigos da minha rua.
Desde então muita gente passou pela banda, no começo tocávamos classic Rock e só em meados de 2011 que começamos a prestar Tributo ao AC/DC.
Com a saída de alguns membros resolvemos escolher apenas uma banda para seguir em frente e tal, acabou que alguém sugeriu o AC/DC, e aí, cá estamos.
Quais itens da banda vocês utilizam no show?
Tentamos nos aproximar o máximo possível da fase Bon Scott, tanto em postura no palco quanto musicalmente (que é o mais difícil) e com alguns equipamentos similares, mesma marca e modelo dos caras, como guitarras, caixa da bateria, pratos, etc.
Ahhh, não pode faltar o uniforme do Angus e os chifrinhos claro (risos)
Também nos empenhamos em buscar e até mesmo fazer nós próprios vestimentas iguais as deles.
Para ser cover, precisa parecer com o caras?
Então, fisicamente vai meio que na sorte, nós mesmos temos o “privilégio” de ser todos baixinhos como os caras do AC/DC (risos), mas, na nossa opinião, para ser cover, deve se tentar passar para galera o mesmo feeling que os caras passavam e buscar o máximo possível ficar parecido com eles. Primeiramente e o mais difícil que é a parte musical, que seria tocar as músicas o mais parecidas possível, buscar reproduzir timbres e etc o mais próximo possível, além de investir nos apetrechos, vestimentas, etc.
Mas veja só, isso tudo não quer dizer que o cara vai ser bom só se seguir isso, é apenas nossa opinião no que diz respeito a cover, pois tem muita gente que manda muito, mas muito mesmo na noite e não se prende a esses tipos de coisas.
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, noite e atividades ao ar livre
Qual música te inspirou a ”ser” o AC/DC e como as pessoa reagem aos shows?
O que sempre nos dizem é que normalmente se assustam de começo (risos) mas depois dançam, gritam e pulam com a gente até o final da noite.
Já sobre a música, é muito difícil dizer qual música nos inspirou a “ser” o AC/DC, mas tem muitos trechos, principalmente de músicas com o Bon Scott, que traduzem muito bem o que é o AC/DC, o que é estar nessa estrada, o que é o Rock ‘n’ Roll.
Vou listar alguns trechos de três músicas que sempre me vem a cabeça quando falo sobre isso:
Rocker – “Tenho longo cabelo preto, Jeans apertado, um Cadillac e um sonho adolescente, sou um Rocker, sou um Roller, sou um Rocker Roller man.”
Down Payment Blues – “Vivendo quase sem dinheiro, um milionario de 50 centavos, aberto a caridade, felicidade do Rock ‘n’ Roll.”
Essa aqui é a que define a coisa toda:
It’s a long way to the top if you wanna Rock ‘n’ Roll – “Se você acha que é fácil tocar por uma noite inteira, tente tocar em uma banda de Rock ‘n’ Roll”.
“Sendo roubado, mal pago, vendido em segunda mão, é assim que funciona quando se toca em uma banda”
E claro, essa não pode faltar:
“É um longo caminho ao topo se você quer Rock ‘n’ Roll!!”
Algum recado para os leitores do Agatacett´s Blog?
Muito obrigado a vocês do Agatacett´s Blog pela oportunidade, agradeço a todos que estejam lendo também e bora fazer o Rock ‘n’ Roll acontecer, seja tocando para alguém dançar ou dançando quando alguém tocar.
A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas no palco, pessoas tocando instrumentos musicais, show, violão e texto

Highway To Hell | Dirty Jack

Nota
Olha só quem veio falar com a gente nessa nova fase do Agatacett´s Blog…Caio Gaona, o baterista que tem muita história para contar e que sempre está com a gente para nos mostrar tudo com exclusividade!
A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto
O projeto Geek Batera continua sendo um sucesso. Quais são seus planos e ideias para ele?

Primeiramente muito obrigado pela oportunidade de conceder essa entrevista para esse blog que é tão bacana , muito obrigado pelos elogios ao projeto e por considerá-lo um sucesso.

Meus planos para o projeto são : Gravar versões originais em rearranjo para temas clássicos com colaborações de outros músicos , gravar clássicos do cinema , fazer uma versão para a musica “You Know My Name” de 007 mais videos com cosplayers , cenários diferentes .

Caio Gaona é um nome que se tornará uma marca ou, por enquanto, você pretende continuar os seus projetos como estão?Não pretendo abandonar nenhum projeto que estou mas já foi lançada uma primeira musica solo minha chamada “Effect” em versão instrumental e com participação da cantora Suiça “Lola Van Loo” e muitas outras musicas estão por vir .

Você pode contar para nós a história mais divertida ou memorável da sua carreira?
Divertidas: Um show em Curitiba com amigos que conheço a mais de 10 anos
Memoráveis: foi um show no jedicon São Paulo 2015 , o show de abertura da Unblacker para o Project 46 e o primeiro show que meu pai assistiu .

Muitas pessoas se inspiram em você, como se sente com isso?

Hahahaha sério que tem bastante gente que se inspira em mim? Po cara acho isso super legal , comecei a tocar bateria para me expressar como pessoa e como artista , sei que tenho muito a aprender ainda como musico e como pessoa mas tudo que faço principalmente no projeto Geek Batera é para os meus fãs (que palavra forte né?) haha mas eu me sinto lisonjeado.

 Qual a sua visão do Rock N’ Roll nos dias de hoje?

 Existem muitas bandas bacanas , muita gente querendo trabalhar , muito trabalho bem feito , mas pouca oportunidade de mostrar o som ao vivo e um certo abuso vindo de alguns produtores de eventos que visam muito mais ganhar dinheiro que ajudar as bandas … Mas també existe muita desunião e o famoso “cada um por sí” .
 Tem algum recado para os leitores do Agatacett’s Blog?
Fiquem de olho no meu canal que tem muita coisa legal para sair , sempre pensando no melhor material , melhor arranjo e melhor tributo .
       Acreditem sempre nos seus sonhos e lutem por eles , é uma batalha gigantesca mas cada segundo vale!
A imagem pode conter: 1 pessoa, tocando um instrumento musical e em pé
 

O Geek Batera

Nota
Oi pessoas, tudo bem?
Estou apaixonada por essa entrevista e tenho certeza que você também vai adorar. Então, sem mais demora, vem conferir os detalhes
Como surgiu o nome da banda?
Roxton tem várias origens pois, parece que foi algo que estava diante dos nossos olhos há tempos e não víamos.
O nome vem da mistura das palavras Rock’s Tone, numa tradução literal, algo como Tom do Rock. Mas nossos fãs associam há varias coisas como: O personagem de tv favorito dos mais velhos da banda Lord John Roxton da série “The Lost World – O mundo Perdido” ou a cidade Roxton no Texas dando alusão ao estilo de rock tocado lá que tem influencia no nosso som. Mas é Tom do Rock mesmo haha
Nenhum texto alternativo automático disponível.
Uma das maiores preocupações do Agatacett’s Blog é o ”esquecimento” do Rock pelas próprias bandas do cenário Underground brasileiro. O que você acha que precisa ser feito para que as pessoas tenham mais vontade de fazer a música acontecer novamente?
Imaginamos que, o rock nacional está quase morto, há algumas almas penadas e gente muito viva tentando representar nossas raízes mas, têm sido dias difíceis para o gênero. Entendemos que o problema não está no público e sim na Mídia que vincula sons que acompanham grandes cheques de ricos investidores que acabam influenciando no gosto do público e também por conta das próprias bandas. Em comparação ao sertanejo, que tem sido o gênero mais forte nos últimos anos, vemos que eles são muito unidos, gravam juntos, tocam juntos e compartilham fãs. No rock é cada um por si, cada banda é uma ilha e finge não precisar de ninguém. Precisamos mudar isto aproximando as bandas, frequentando shows de outras bandas, conhecendo e compartilhando o públicos sem medo de perdê-lo, trocando contatos e sendo amigos. Assim, podemos ter um vislumbre de um dia, o rock nacional voltar a embalar as estações de rádio e TV.

Qual foi o lugar mais legal que você já tocou e onde gostaria de tocar um dia?
Tocamos em muitos lugares legais como Café Aurora, Feeling Music Bar ou Cervejazul mas, o lugar mais legal que tocamos foi num evento aberto numa quermesse em julho de 2014. Foi insano tocar pra tantas pessoas (pelo menos 4 mil), numa estrutura de ponta e som de qualidade.
Nosso desejo é tocar no LoolaPalooza ou João do Rock.
A imagem pode conter: 5 pessoas

O que a música te ensinou de mais importante?
A música nos ajudou a superar problemas, tocar com carinho em feridas profundas que o tempo não levou. Ensinou a buscar sempre a melhoria de si mesmo e que o importante é fazer tudo com amor. É imperdoável tocar uma nota sem emoção.


Quais são os planos da banda para 2017?
Full album, Lyric vídeo da “Deixe me”, clipe acústico da “Um Sonho” e lançar nossa loja virtual.

Deixe um recado para os leitores do Agatacett´s Blog.

Eae Roxtars! Agradecemos de coração a oportunidade de falar um pouquinho sobre nós e sobre nossa visão do mundo musical. Agradecemos pelo espaço concedido às bandas underground e pelo interesse de vocês em nosso trabalho. Isto faz toda diferença. Esperamos poder contribuir um pouco na sua felicidade diária e que um dia, todos estejamos celebrando o reavivamento do Rock n’ Roll. Bjos

Conheçam mais sobre o nosso trabalho nas redes sociais com \bandaroxton ou no Spotify e Deezer. 

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

Criatividade no nome | Roxton

Nota

Oi pessoas, tudo bem?

Trouxe mais uma entrevista para vocês, mas essa eu prometo que vai ser diferente de todas as outras. Conversei com o Giovanni, criador da página The Goat e ele me contou toda a relação entre a música e a magia, não aquelas de filmes, mas a que realmente podemos sentir.

Falar de magia com pessoas que só conhecem o assunto por meio de histórias e filmes é muito complicado. Seria possível resumi-la em poucas palavras?
Infelizmente não, magia é algo extremamente abrangente. Ela é uma palavra que faz relação com muitas e muitas vertentes. Existe só uma coisa que na minha opinião pode conectar todas elas, a natureza. Que é a força de vontade para o aprendizado. Estudo é o começo, meio e fim para qualquer praticante de magia
A Wicca, em especial, tem uma ligação muito forte com a música, poderia nos dar um exemplo de quando e como isso acontece?
A música em meio a magia vem de muito tempo…através da música os seguidores da Wicca podem se conectar melhor com a natureza. Eu mesmo que não possuo uma vertente utilizo da música para me concentrar antes de fazer qualquer prática.
Acalmar os ânimos é fundamental para tomarmos boas decisões e aproveitarmos a vida. Como a música e a magia pode nos ajudar nisso?
Uma coisa leva a outra como disse na pergunta anterior, magia e música estão conectadas e eu uso a música antes de executar feitiços e rituais, pois sinto que isso me equilibra e me proporciona um bom resultado final.
Com uma pequena fuga no assunto, o universo do Rock N’ Roll sofre muito preconceito até os dias de hoje e isso também acontece muito com pessoas que seguem a Wicca ou possuem crença semelhante. Você tem alguma história sobre isso para nos contar? O que pode dizer a respeito?
Não tenho histórias minhas, pois nunca dei aberturas para que alguém me atingisse com uma coisa tão pequena e insignificante como o preconceito. Mas estou sempre vendo esse tipo de coisa onde quer que eu vá. Ontem mesmo um pastor cristão falou para alguns conhecidos meus que eles iriam para o inferno por acreditarem em deuses que não existem…
O que tenho a dizer é que esse tipo de gente precisa ter cuidado com a língua, pois nem sempre somente bruxos bons vão cruzar seus caminhos. E isso pode dar uma grande dor de cabeça para quem não souber se conter.
Tem algum recado para os leitores do Agatacett´s Blog?
Sim! Tenho. Procurem pesquisar sobre todo tipo de assunto. Antes de soltar qualquer opinião por ai, você precisa ter o conhecimento necessário para falar sobre isso! Evite criar situações pesadas com as outras pessoas mesmo que não tenha sido intencionalmente.
Conhecimento move o mundo.
Resultado de imagem para wicca e música

Da Magia à Musicalidade

Meu verdadeiro amor | DarkSide

Padrão

Oi pessoas, tudo bem?

Hoje eu trago uma super novidade para todo mundo: o Agatacett’s Blog foi pré-selecionado para uma parceria com a melhor editora de livros do Brasil, a Dark Side!

Para comemorar, vem acompanhar um pouquinho da minha coleção, com meus três livros favoritos e, ainda por cima, esses foram presentes de uma pessoa muito especial, o meu melhor amigo.

TOP 3 DARK SIDE



1. O Demonologista

Esse foi o meu primeiro livro da Editora e o meu apego por ele se dá pelo enredo muito bem escrito. Se você é apaixonado por histórias de mistério, com aquela tensão que te dá vontade de devorar o livro de uma vez só, esse livro é para você!

Até onde um professor de faculdade, contratado para relatar um fato sobrenatural, pode ir para descobrir o paradeiro da sua filha? Você terá que ler para descobrir!
2. Os Condenados

Comprado na pré-venda, esse é um dos livros mais bem trabalhados que eu tenho. Após o sucesso do livro O Demonologista, foi lançado Os Condenados como a “continuação” dessa história intrigante.
3. A Menina Submersa

O meu sonho de consumo!!! Com um enredo mais feminino e uma linguagem quase poética, essa história vai envolver aquela pessoa que viaja profundamente em uma fantasia. O melhor de tudo é que esse foi um dos meus presentes de aniversário de 18 anos, em uma edição especial, com capa dura e marca-páginas exclusivo.
Gostou dessa pequena resenha? Quer ver mais aqui no Agatacett’s Blog? É só pedir que a gente traz!

Agatacett’s Blog & DarkSide 2017