Nota

Oi pessoas, tudo bem?

Hoje entrevistei a banda Colônia Cratera, que me chamou muito a atenção pela sonoridade da  música Grande Migrânea e é claro que eu desvendei esse segedo para vocês!

A música Grande Migrânea possui um som bem diferente no início da música. Podem nos contar os segredos do efeito sonoro?

 Claro! Até porque não há nenhum grande segredo, apenas muitas horas de trabalho. Como somos uma banda conceitual e queremos contar uma história, procuramos fazer com que todo som seja climático e o mais imersivo possível. Para isso, nosso guitarrista e vocalista passou várias horas na frente do seu teclado/controlador midi, explorando vários tipos de sintetizadores digitais. Cada vez que encontrava um efeito legal, separava e ia adicionando novas camadas. Todos os efeitos e interlúdios foram feitos assim.

Qual foi o lugar mais legal que vocês já tocaram e onde desejam tocar?

Todos os lugares que tocamos foram legais a sua maneira. Mas é impossível não destacar o festival Colônia Fest, promovido pela prefeitura de São Paulo no Bairro Cratera da Colônia. Isso não só porque o festival é grande, bem diversificado e organizado, mas também porque foi desse local, uma comunidade construída dentro de uma cratera de impacto de meteoro, que surgiu a inspiração do nome da banda e todo nossa temática.

O Rock N’ Roll Underground é tão desvalorizado quanto falam, na opinião de vocês?

Essa é uma boa pergunta: complicada e polêmica (risos)! Como você mesma cita em seu blog, o rock underground é um estilo de vida. Então, quem está no meio, seja banda, produtor ou público, quem se importa mesmo, apoia e valoriza. Vemos isso com a resposta que obtemos a cada show que fazemos. Mas claro, ainda há falta de estrutura, poucos circuitos pra tocar, produtores que só querem saber de banda cover, entre outras inúmeras dificuldades.

A imagem pode conter: texto

 

O que vocês pretendem transmitir com a música?

Há vários níveis que queremos atingir com nossa música. Há, primeiramente, uma história que queremos contar, mas dentro dela, como uma mensagem criptografada, existem várias metáforas que podemos transpor para a situação do nosso país, da cena do rock underground, até mesmo para nível pessoal. O mais importante para nós é que possamos experimentar, explorar nossa criatividade como músicos e que a banda se torna um depositário das nossas reflexões artísticas. Se as pessoas gostarem, tanto melhor!

”Sequências de catástrofes naturais e guerras globais encolheram e segregaram as comunidades humanas.” De onde surgiu essa inspiração?

Na banda, somos todos grandes fãs de livros e filmes de ficção científica. Apesar de evoluir como uma “space opera” e incluir vários planetas e luas, a história começa num cenário pós-apocalíptico, cuja a inspiração maior veio do livro “Um cântico para Leibowitz”, de Walter Miller Jr. e da série de filmes “Mad Max”, de George Miller.

Tem algum recado para os leitores do Agatacett´s Blog?

Agradecemos aos leitores pelo interesse, afinal, se você está aqui é porque você curte muito o rock e passou da fase de depender da grande mídia e agora caminha com as próprias pernas. Queremos parabenizar também a iniciativa do blog, de contatar e divulgar bandas independentes, essa atitude fortalece a todos os envolvidos! Por fim, quem se interessou, confira o nosso EP Grande Migrânea, disponível no nosso site, coloniacratera.com . Um grande abraço a todos!

Colônia Cratera | O Segredo da Imersão

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s