Nota

Oi pessoas, tudo bem?

A entrevista de hoje vai ser bem diferente do que vocês estão acostumados. Conversei com os garotos da banda Rural 64 sobre a ligação entre a política do nosso país e a música. Tenho certeza de que você vai curtir essa conversa.

 

As bandas de Rock mais conhecidas no Brasil trazem letras de música de falam de suas indignações com a política, entre 1960 e 1990. Vocês acreditam que isso continua até hoje? Também é o foco de vocês?

Cássio: Acredito que, por conta dos problemas mais recentes na politica, as bandas estão focando mais nos casos atuais. Quanto a nós, utilizamos em shows covers de músicas que foram usadas como forma de protesto nessa época citada, “Que país é esse?” da Legião Urbana, que apesar de ser uma música antiga, diz sobre nossa situação atual. E ainda em nosso EP, temos uma música que será apresentada em Março, que nela diz sobre uma consequência de problemas políticos vívida no exterior, que é o caso das guerras.

Hudsonn: Apesar de muitas bandas não fazerem mais músicas com assuntos, que acredito que seja de fato a cara do rock, que é o “protesto”. Eu vejo e tenho a convicção, de que, mesmo sendo poucas, existem bandas com essas letras vivas sem perder a atitude. Quanto a nós, tenho em mente que estamos preparando, para não falarmos de de forma errada algo tão importante.

 

A juventude do Rock N’ Roll ainda é taxada como rebelde e desordeira. Vocês têm alguma causa específica ou acreditam que isso é só um preconceito com e entre as tribos?
Cássio: Isso seria na verdade um estereótipo, creio eu que todos que possuem o rock “no sangue”, possuem também um espírito de protesto, que como Hudson disse na primeira resposta, é a cara do rock. Mas como sabemos, existe uma variedade de personalidades, portanto existem sim aqueles “desordeiros”, existem o mais discretos, entre outros, mas todos lutam pela mesma causa.
Resultado de imagem para punk brasil
Qual a mensagem que a banda de vocês tenta passar para o público e qual o lugar mais alto que vocês querem chegar?
Cássio: Por meio de nossas músicas, tentamos mostrar a vida como ela é, representando situações reais (inclusive vívidas por membro da banda), situações fictícias que poderiam vir a acontecer e situações que acontecem pelo mundo a fora. Nós pretendemos chegar no ponto onde podermos trabalhar e focar somente na música, para assim podermos estar trazendo o melhor ao máximo para nosso público
Hudsonn:Primeiramente procuramos mostra as nossas ideias, e até mesmo um certo conforto, para que o público esteja mais íntimo para exigir algo que precisa ser falado. Muitas das vezes até com um pouco de humor. Pretendemos chegar aos ouvidos e mentes.

Uma pergunta clássica para as bandas de rock: qual a melhor história desde que a banda surgiu que vocês podem contar?

Cássio: Eu entrei posteriormente na banda, então não tenho tanto a dizer, mas teve um dia que íamos fazer um show e precisávamos levar equipamento de som e a bateria, no dia, eu e Pablo (guitarrista da banda) éramos os únicos disponíveis pra transportar as coisas. Fomos andando e pegamos chuva até o local que usamos pra ensaiar, que é um prédio, subimos até o terraço, que é onde fica as coisas. Subimos e descemos pra trazer cada peça da bateria, cada som e cada instrumento pra levar ao local.

Hudsonn: Tem muitas, isso eu posso dizer. Algumas muito engraçadas outras nem tanto. Mas logo no início da banda, éramos sete integrantes. Sendo que não tinha funções e nem instrumentos para todos. A bateria era feita no teclado, e passávamos cinco horas tocando apenas uma música, que é de autoria da banda, e se chama Índios. Não tínhamos nome. Até um certo tempo, em que a formação diminuiu. E as ideias começaram a surgir.

 

A imagem pode conter: 6 pessoas, pessoas em pé

 

Vocês tem algum recado para os leitores do Agatacett’s Blog?

Cássio:  Pessoal, somos gratos por terem lido sobre a gente até aqui, espero que nossas palavras tenham ajudado vocês de alguma forma, em Março estaremos lançando nosso primeiro EP, o “Vamo de Rural”, onde vocês poderão ver sobre músicas que comentamos nessa entrevista, em breve mandaremos novidades, e vamos à luta, porque não podemos parar até conquistarmos nosso objetivo, grande abraço e até a próxima!! o/

 

 

A política do Rock N’ Roll | Rural 64

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s