Nota

Oi pessoas, tudo bem?

A banda Atrioul entrou e contato comigo para me contar um pouco mais sobre eles. Conversei com Giovanni (Guitarrista) e John (Vocalista) que falaram sobre mídia, música e muito mais.

Como você acha que a mídia age com novas bandas?

Giovanni: A mídia da grande massa não interfere e nem interage com as bandas novas. Na cena underground as bandas ralam, trocam contatos, buscam estar divulgando e indo atrás de parcerias nas quais consigam ótimos shows de início pra quem sabe alavancar no mundo profissional da música.
John: E mesmo assim a gente percebe que hoje em dia tudo é questão de apadrinhamentos e o famoso “QI” (Que Indica), ou você conhece fulano daqui, ou já teve contato de lá, ou tem uma grana suficiente e absurda pra poder explodir no mercado, e a gente acaba vendo muitas bandas ruins ganhando a mídia e o público por conta dessas e outras.

Ser músico é sua profissão oficial?

John: Não. Acreditamos que todo músico sonha em um dia poder viver só de música, mas por enquanto fora da música, todos nós trabalhamos em outras áreas profissionais.

Fora do Rock N’ Roll, o que você gosta de ouvir?

Giovanni: Eu ouço também muito Reggae, ska, jazz, rap, e black.
John: Eu curto bastante coisa diversificada, desde música eletrônica, reggae, rap/black, até flashback, MPB e por aí vai.

Você pode dizer que a banda já ultrapassou as expectativas iniciais?

Giovanni: Sim, a banda sofreu mudanças importantíssimas desde sua formação inicial, reciclando conhecimentos, aprendendo mais a cada gravação. Já recebemos diversos convites para tocarmos no Brasil afora, e estamos nos preparando para dar início a isso, a partir dos próximos meses.
John: Não estou desde o começo da banda. mas pelo que já acompanhei e vi da história da banda, houveram sim grandes mudanças, e a mais recente que posso citar é o fato de termos gravado nosso último single intitulado de “Ferro & Fuligem” no qual a galera curtiu demais, e houve uma boa divulgação de nossos amigos na internet, tivemos por um lado uma grande satisfação nesse som, pois foi muito mais do que esperávamos.

Qual seu maior sonho no mundo da música?

Giovanni: Gravar nosso CD e distribuir, assinar com a “Deck Disc” e fazer uma turnê pelo Brasil e na América do sul.
John: Ser reconhecido nacionalmente e porque não mundialmente também, acho que isso é um sonho master, de ter a banda e nossas músicas conhecidas pelo Brasil e pelo mundo, com CD’s gravados por grandes produtores e gravadoras.

Tem algum recado para os leitores do Agatacett’s Blog?

Giovanni: Queria agradecer a oportunidade de estar divulgando nosso trabalho e pedir para que Ouçam nosso som, ajudem a divulgá-lo. Façam parte da Família Atrioul.
John: Gostaria de agradecer pela entrevista, e poder dizer que aproveitem tudo o que vida nos proporciona, eu como amo música, tento estar sempre ligado nesse mundo, e tirando o máximo de proveito desse talento que tenho em mãos, então que possam desfrutar de seus talentos e dons na vida. Escutem nosso som e espero que gostem. Obrigado.


Atrioul | Música

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s