Nota

Oi pessoas, tudo bem?

O entrevistado de hoje foi o Gustavo, vocalista da banda Strip Soldier que é do segmento Hard n’ Heavy, com influências do melhor do Rock N’ Roll desde 2012.

A formação atual é: Gustavo nos vocais; Edu Sabino nas guitarras; Thiago Menezes no baixo e Rérison na bateria.

Ter uma banda sempre foi um sonho ou algo que surgiu por acaso?

Sempre foi um sonho. Quando víamos nossos ídolos num palco, nos imaginávamos ali, sem contar a possibilidade de tocar milhares de pessoas com nossas músicas, letras, mensagens. A música sempre correu nas veias de cada um dos integrantes.

Quando perguntam sua profissão, você responde “sou músico”? Qual a reação?

Infelizmente ainda não nos foi possível abandonar os empregos “oficiais” e se dedicar inteiramente à música. Torço para que ocorra em breve, daí você nos entrevista de novo, para ver o que estamos achando (risos).
Como você encara a valorização da cena underground hoje?

A cena parece mais concorrida do que nunca. Muitas casas e supostos “promotores” de shows praticamente exploram as bandas novas, que precisam vender ingressos, divulgar eventos, tocar e muitas vezes não obter retorno algum. Justiça seja feita, grande parte das bandas também não contribuem para a melhora desse cenário ruim, muitas se apoiam em visual, ou apenas repetindo fórmulas manjadas, sem inovar, e sem a devida qualidade para o som ser aceito.

A cena tem muita gente choramingando, e pouca gente arregaçando as mangas. Temos plena consciência de que coisas precisam ser repensadas e velhas fórmulas abandonadas, e estamos nessa correria “Strip vs mundo”. Ainda assim, garimpando e apanhando muito por aí, vamos aprendendo e nos cercando de gente ligada na música. Também há grande segmentação entre o próprio público rockeiro, muita rivalidade inútil que fragmenta ainda mais as possibilidades. Mas seguimos na luta!

A banda conta com a ajuda de outras para atrair o público?

Sim. Conforme mencionei na questão anterior, ralando por aí descobrimos muita gente com os mesmos sonhos e ideais, muitos deles em outras bandas e é como dizem, “a união faz a força”. Existe um certo nicho de bandas da noite paulistana que trabalha num circuito só deles e não nos representam, estamos “comendo pelas beiradas”, junto com outras bandas de igual qualidade, porém pouco reconhecimento e de certa forma isso acaba valorizando grandemente qualquer pequena conquista nossa. Essa luta do Rock and Roll justifica cada passo.
Por vezes somos bandas, por vezes somos família, e por vezes somos gangue, com a faca nos dentes e brigando por espaço.

 
Qual o melhor incentivo que um fã ou amigo deu ao projeto?

Todo apoio, por mínimo que seja, é grandioso pra quem está nessa banda. Já passamos por muita coisa e muitas vezes o incentivo de não desistir foi externo. Seja um like, um comentário, uma crítica construtiva ou uma bebida que dividamos, tem um valor enorme pra nós.

 
Tem algum recado para os leitores do blog?

Sigam sempre no Rock! Esforcem-se pra curtir mais bandas só vivo, ouçam as bandas novas com atenção, tem muito som bom em todo lugar.
Sejam criteriosos, mas não preconceituosos. Cantem conosco, divirtam-se e bebam com a Strip Soldiers!
Agradecemos imensamente a oportunidade de falar um pouco sobre nós.
Busquem a Strip nas redes sociais, escrevam pra gente e, principalmente, aguardem os sons matadores que estamos produzindo!
KEEP ON ROCKIN’

 

 

 

Strip Soldiers – Mais um para a playlist | Música

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s