Influência Musical – Gabriel Marçal

Padrão

O entrevistado do projeto Influência musical desta quarta feira é o Gabriel Marçal da banda Atmos Censorship.

Com quantos anos você entrou na banda?

Eu formei a banda no ano passado com o meu primo e um amigo, estava com 16 anos.

 Com qual idade você começou a ouvir esse tipo de música?

O som que a gente faz é bem diversificado sabe, passa pelo punk, rock de garagem, um pouco de indie e em algumas a gente investe num lance mais psicodélico e dançante. Comecei a criar uma personalidade musical lá pelos meus 12 anos, principalmente com o Grunge e rock 90, tipo Nirvana, Soundgarden, RHCP, Silverchair e tal. Mais pra frente comecei a ouvir bastante The Vines, Queens of the stone age e td mais.


O que você escuta influencia sua maneira de pensar?

Totalmente. As letras me fazem pensar mt sobre o meu interior, a enxergar o exterior de outra forma, refletir sobre mim e sobre a sociedade. A batida e o instrumental das musicas impulsionam o meu dia a dia, a minha maneira de encarar os fatos. Eu escuto e faço música como uma forma de escapar nas horas tristes, nos momentos mais caóticos e como também uma forma de me divertir e relaxar, nas horas mais felizes. Mas principalmente o que eu sempre quero é entender e me apossar do que cada musica quer passar, e relacionar comigo, da mesma forma que quero sempre passar uma mensagem com as minhas musicas. A musica é catártica.
 Com quantos anos e como começou a tocar ou cantar?

Comecei a tocar guitarra aos 12 anos, aprendendo com a internet mesmo, uma plataforma incrível para quem tem esse objetivo. Descobri que a minha voz também não é de se jogar fora e quando a banda foi formada eu acabei assumindo os vocais também, com a ajuda do backing do baixista.
 Tem algum recado para os leitores do Agatacett´s Blog?

O recado que eu posso dar é que música é vida, nada consegue transmitir sentimentos do modo que ela faz, como ela opera na nossa mente e no coração, atingindo a alma, é algo transcendente, não dá pra colocar em palavras direito. Se você sente tudo isso, e quer também mostrar isso pro mundo, se expressar pela musica, criar um som, mandar ver, então não desiste e corre atrás porque nada dá um retorno e um prazer imediato e de longa data como a musica, é algo que vc faz pra liberar energia, buscar equilíbrio, detonar mesmo. Então não desistam, façam a arte pela arte, abusem da criatividade e divirtam-se.

Para saber mais sobre a banda do Gabriel, curta a page oficial no Facebook, clicando aqui.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s