Amigos Imaginários

Padrão

Oi pessoas, tudo bem?

Provavelmente a coisa mais comum entre as crianças é o fato de 99% delas já terem criado um bom amigo para passar as noite de medo para dormir e para brincar na caixa de areia…mas até que ponto isso pode chegar? Você já teve um amiguinho imaginário?

Eu tive muitos amigos imaginários e acham que eles estão por aqui até hoje. Isso não é ruim, é divertido imaginar coisas e isso já rendeu até um período literário inteiro, mas alguns fatos podem mexer com o nosso psicológico e nos assustar por um bom tempo.

“Quando minha filha tinha três anos, ela tinha uma amiga imaginária que se chamava Kelly e vivia no seu guarda-roupa. A Kelly ficava sentada em uma pequena cadeira de balanço enquanto ela [a filha] dormia, brincava com ela etc. Bobeiras normais de amigos imaginários. De qualquer maneira, o tempo passou e dois anos depois, minha esposa e eu estávamos assistindo ‘Horror em Amityville’ (aquele com o Ryan Renolds) e nossa filha entrou bem na hora em que a garota morta fica com os olhos negros. Longe de parecer inquieta, ela disse: ‘Essa se parece com a Kelly.’ ‘Que Kelly?’, nós dissemos. ‘Vocês sabem, a garota morta que vivia no meu guarda-roupa.’”

Não me lembro de ver nenhum dos meus pequeninos, mas conversávamos bastante e minha mãe me fala deles até hoje, então não há problemas se sua criança quiser ter um amigo também, até porque isso estimula a criatividade, mas não se esqueça de explicar para ela a diferença de amigo imaginário para espíritos ok? Esse é realmente um ponto a ser tratado!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s