Contos Para Dormir – Minhas Inspirações

Padrão

Tudo bem, tudo bem, eu concordo que minhas histórias de terror não são as melhores já escritas, mas pode confessar que são uma boa distração e um assunto complementar para o blog, o torna mais rico, mas de onde vieram tantas ideias para essas pequenas histórias encantadoras? É isso que eu vou contar para você e, se você também quer escrever as suas, talvez as minhas ideias possam ajudá-lo.

Desde muito pequena me acostumei a ver filmes de terror e tem algumas histórias que guardamos na mente para sempre, assim como um bom livro de romance e foi nesse momento que comecei a introduzir terror em tudo que eu fizesse – e ainda faço – em histórias, leitura, curiosidades e até mesmo em trabalhos escolares. Isso assustou e ainda assusta os meus amiguinhos de classe, mas no fim sempre tenho bons resultados, mas calma, esse resultado não envolve morte de nenhum deles, é apenas um jeito diferente de expressar esse ”terror”, o que varia de acordo com o que devo escrever ou falar. é claro que aqui no blog a censura não é tão grande, então o cuidado com a força das informações podem ser menores.

A ideia para escrever histórias de terror no blog se deu pela minha necessidade imensa de assustar as pessoas, por mais banal que esse susto pode parecer e descobri em meio de algumas pesquisas que o melhor susto é o psicológico e não, necessariamente, as cenas de puro sangue e por isso as histórias escritas para o blog não envolvem muitos cortes e sim teorias que façam o leitor pensar e, por mais boba que pareça uma história, você terá medo de ler sozinho, assim como as vezes eu tenho medo de reler o que escrevo.

A parte de serem contos curtos foi pelo simples fato de que, além da criatividade ter um certo limite e a história não poder ser cansativa, estamos em uma era em que a informação está cada dia mais compacta e textos curtos são mais divertidos e práticos para serem lidos. Já a última e mais importante parte é a verdadeira inspiração para sentar e escrever a história, que pode ser desde um livro, um pesadelo ou um bom livro até um filme clássico ou até mesmo os mais desprezíveis.

Espera…eu  disse a última parte? Ah me desculpe, eu esqueci , propositalmente, que a melhor parte dos contos de terror é escrever de corpo e com um pouco mais de alma, desafiando a própria mente e pesquisando seus medos.

Espero que tenha gostas das dicas entrelinhas que foram deixadas pelo texto e nos vemos no próximo Contos Para Dormir…descanse com os anjos.

XoXo Agatacett

Uma resposta »

  1. Pingback: Escrever Um Livro |

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s