Contos Para Dormir I – O Eclipse Que Ninguém Via

Padrão

O Eclipse Que Ninguém Via

Em uma cidade desconhecida havia um garoto de apenas treze anos que, desde seus primeiros passos, já apresentava sinais de que não era uma pessoa normal. Para evitar sofrimentos em sua vida escolar, seus pais omitiram os fatos, deixando o garoto trancado em seu quarto por alguns anos.
Cansado de ser tratado como um animal – vendo seus pais apenas no almoço e jantar, além de uma breve história para dormir – Zack (o que podemos chamar de apelido daquele que “se transforma”) fugiu de casa, escondendo-se nos telhados de casas de até mesmo dois andares.
O que ele tinha de diferente eram suas unhas, pois no lugar delas o garoto tinha garras que não paravam de crescer e seus olhos verdes que, quando encarados diretamente, tornavam-se negros, assim como a alma de Zack, penetrando suas garras no pescoço de sua vítima, matando a mesma com o poder de seu olhar, escurecendo sua visão, fazendo com que a pessoa se sentisse em um eclipse total por alguns segundos, até que seu coração parasse de bater.
Zack não gostava de ser assim, mas era de sua natureza matar aqueles que o encaravam até mesmo sem querer e desse jeito garoto viveu até alcançar os seus vinte e quatro anos de vida, quando viu pela primeira vez um espelho e teve sua morte decretada pela própria escuridão de sua alma.

image

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s